São Martinho contagiou Gondomar

Magusto no Centro Social de Soutelo / Foto: José Pedro Oliveira

Magusto no Centro Social de Soutelo / Foto: José Pedro Oliveira

Nem o mau tempo parou as várias iniciativas de convívio por todo o concelho

Este ano, entre nuvens e períodos de céu aberto, houve verão de São Martinho em Gondomar. Não faltaram iniciativas que levaram os gondomarenses a comer as tradicionais castanhas assadas.

Castanhas assadas e o mês de novembro são uma combinação perfeita que retrata o que se passou um pouco por todo o concelho de Gondomar. Para quem não conhece a lenda, aqui fica um pequeno resumo: num dia de muito frio e chuva, Martinho, um soldado romano, deparou-se com um homem muito pobre, vestido com roupas rasgadas, que lhe pediu uma esmola. Sem nada para dar ao homem, Martinho rasgou metade da sua capa e ofereceu-lha. Nesse momento, a chuva e o mau tempo desapareceram e o sol surgiu no céu. Foi uma recompensa de Deus a Martinho pelo seu ato de bondade. Assim, é comum ter uns dias de sol em novembro, que ficou conhecido pelo verão de São Martinho.

O Centro Social Soutelo pretendia inaugurar um parque infatil / Foto: José Pedro Oliveira

O Centro Social Soutelo pretendia inaugurar um parque infatil / Foto: José Pedro Oliveira

Em Rio Tinto, no Centro Social de Soutelo, realizou-se um Mega Magusto. Sandra Felgueiras, presidente da instituição, confessou ao Vivacidade que o mau tempo não permitiu a mesma adesão de anos anteriores mas ainda assim, muita gente não resistiu às castanhas assadas. “Todos os anos fazemos o magusto. Tudo começou há sete ou oito anos atrás. No início era mais pequeno e com a adesão das pessoas foi crescendo. Agora até chamamos-lhe Mega Magusto, dado que já está de tal maneira difundido pelas famílias que temos sempre muita gente a participar. O objetivo é mesmo esse. Esta é uma instituição aberta a todos”, afirmou.

No mesmo dia, o Centro Social de Soutelo planeava inaugurar um parque infantil destinado às crianças mas a chuva não o permitiu. “Foi uma iniciativa com a ajuda dos pais, dos associados e de algumas atividades com rifas. Conseguimos fazer um parque infantil novo para os meninos da creche escolar. Conseguimo-lo sem qualquer custo para o Centro Social e será inaugurado quando o tempo permitir, visto que é ao ar livre”, referiu a presidente.

, , , , ,