Shao Jieni “Estou muito contente e ansiosa por jogar por Portugal”

Shao Jieni / Foto: Pedro Santos Ferreira

Shao Jieni / Foto: Pedro Santos Ferreira

Em 2010, Shao Jieni passou a representar a equipa de ténis de mesa da Ala Nun´Álvares de Gondomar. A atleta veio da China com 16 anos – atualmente tem 21 – e passou a morar em Gondomar, sem saber falar português ou inglês. Cinco anos depois Shao é uma das grandes promessas do ténis de mesa nacional e espera competir nos próximos Jogos Olímpicos de 2016, por Portugal. Em entrevista ao Vivacidade, a atleta contou com a ajuda do treinador Mário Pedro Couto para confessar a ambição que tem em jogar pelo país que a adotou.

Como começou a tua carreira no ténis de mesa?

Shao Jieni (SJ): Comecei a jogar ténis de mesa com seis anos porque queria praticar desporto e gostei da modalidade.

Vieste para Gondomar em 2010, como foste recebida?

SJ: Não conhecia Gondomar, nem sabia falar português ou inglês. Nos primeiros dias foi difícil mas gostei das pessoas e ajudaram-me muito. Estou a aprender a falar português e é cada vez mais fácil.

Já te sentes uma gondomarense?

SJ: Sim, e gosto de viver em Gondomar.

A tua classificação no ranking mundial – 39ª em sub 21 e 113ª em seniores femininos – é uma grande responsabilidade? Obriga-te a ser melhor?

SJ: Quero ser sempre melhor e conseguir uma classificação mais elevada. Só consigo atingir esse patamar com o treino e um dia gostava de ser a melhor do mundo.

O processo de naturalização já está em curso. Estás mais próxima de jogar por Portugal?

MPC: Não sendo ainda uma garantia a Federação Portuguesa de Ténis de Mesa (FPTM) diz-nos que até ao final do mês de agosto o processo poderá estar concluído.

Querias muito jogar por Portugal?

SJ: Sim, era muito importante.

Caso o processo de naturalização fique concluído em agosto vais competir por Portugal no Campeonato da Europa, em setembro. Já estás a treinar para atingir esse objetivo?

MPC: Essa é a perspetiva da FPTM. Nem põem outra hipótese. A Shao vai competir nas categorias individual, pares e equipas por Portugal.

SJ: Vai ser difícil porque é o meu primeiro Campeonato da Europa.

, , , , ,