Grupo Amigos dos Animais de Fânzeres quer ajudar animais abandonados

Na foto: Ana Carvalho, Pedro Barbosa, e Sofia Macedo / Foto: Pedro Santos Ferreira

Na foto: Ana Carvalho, Pedro Barbosa, e Sofia Macedo / Foto: Pedro Santos Ferreira

Em dezembro do ano passado, Pedro Barbosa, Ana Carvalho e Sofia Macedo uniram-se para criar o Grupo Amigos dos Animais de Fânzeres, com o objetivo de “sensibilizar as pessoas e alertar consciências” para os animais abandonados em Gondomar.

 “Um grupo unido pelo amos aos animais”. É assim que se definem os fundadores do Grupo Amigos dos Animais de Fânzeres (GAAF), criado no final de 2014, com o intuito de ajudar os animais abandonados nas ruas de Gondomar.

“O que nos preocupa mais sãos os animais abandonados na rua. Estes casos existem sobretudo nas proximidades das urbanizações, mas felizmente há pessoas que tratam deles e alimentam-nos”, explica Pedro Barbosa.

O dinamizador do projeto convidou Ana Carvalho, estudante de Enfermagem, e Sofia Macedo, estudante de marketing e funcionária numa loja de animais, também elas amantes dos animais.

“O verão está a chegar e estamos a contar encontrar mais casos de animais ao abandono, mas vamos estar no terreno e esperamos que isso não aconteça”, refere Ana Carvalho ao Vivacidade.

Em dezembro, o GAAF foi para a rua e contactou pela primeira vez com famílias e pessoas carenciadas que alimentam animais abandonados. O grupo repetiu a experiência na Páscoa e foi bem acolhido pela população. “A população e o CROAG (Centro de Recolha Oficial de Animais de Gondomar) acolheram-nos muito bem, mas estava a alimentar um animal subnutrido e fui muito criticado porque disseram que assim o cão nunca mais ia embora dali. Felizmente isto foi uma minoria”, afirma Pedro Barbosa.

O GAAF já tem página no Facebook com mais de 580 gostos e espera apresentar-se publicamente durante o mês de maio. “Já recebemos alguns contactos por Facebook para sabermos se tínhamos animais para adotar. Agora estamos à procura de pessoas que tenham animais para dar”, conta Sofia Macedo.

Entretanto o Grupo Amigos dos Animais de Fânzeres promete continuar a organizar rallys solidários “sempre que possível” e promete não circunscrever-se à freguesia de Fânzeres, tendo já visitado São Pedro da Cova, Rio Tinto, São Cosme e Valbom.

“Neste momento somos simplesmente um grupo de amigos e para já não faz sentido avançar como associação, mas possivelmente vai surgir essa hipótese”, conclui Pedro Barbosa.

Foto: Pedro Santos Ferreira

Foto: Pedro Santos Ferreira

“Queremos organizar campanhas de vacinação e esterilização”

O GAAF tem sinalizado os polos de animais abandonados em Gondomar e tem registado “casos de pessoas que não comem para alimentar os animais abandonados”. O grupo quer ajudar estas famílias e propõe-se a organizar campanhas de vacinação e esterilização através de parcerias estabelecidas com clínicas veterinárias e lojas de animais. “Vamos tentar obter coleiras antiparasitas através de protocolos. Além disso, estamos disponíveis para contactar com associações de Gondomar e fora do concelho”, admite Pedro Barbosa.

, , ,