Rio Tinto em Festa: Zé Amaro foi estrela-maior do evento

O Concerto do Zé Amaro teve casa cheia

O Concerto do Zé Amaro teve casa cheia

O Rio Tinto em Festa decorreu entre os dias 8 e 12 de junho, no espaço da antiga feira da cidade. Zé Amaro, o “cowboy apaixonado” foi a estrela-maior do evento e teve casa cheia.

 

A 2ª edição do Rio Tinto em Festa contou com um cartaz reforçado por parte da organização do evento, a empresa Encantos & Talentos. Os Amigos da Onça, Toy, Zé Amaro, Nelo Silva e os Batida de Côco atuaram nos cinco dias de festa na cidade, num evento que contou também com a 15ª edição da Feira de Artesanato de Rio Tinto.

“Este ano o Rio Tinto em Festa ficou mais próximo daquilo que pretendemos criar neste evento. Não queremos continuar a ter uma simples Festa da Cerveja com o conceito de baile, queremos criar um festival de música popular portuguesa e foi isso que fizemos este ano”, afirma Carlos Ferreira, responsável pela organização do evento.

Ao Vivacidade, o promotor do Rio Tinto em Festa aponta Zé Amaro como uma “aposta ganha”, contudo, lamenta a fraca adesão do público ao concerto do músico Toy. “Estava mau tempo e nesse dia foi pouco aconselhável estar ao ar livre. Não tivemos o público que esperávamos mas nos restantes dias do evento a adesão do público correspondeu às nossas expectativas”, refere.

Carlos Ferreira admite a hipótese de reconsiderar o modelo de ingresso no Rio Tinto em Festa. “As pessoas ficaram incomodadas com o custo da entrada no evento mas em qualquer parte pagariam mais para ver artistas como o Toy e o Zé Amaro. Estamos a ponderar criar um pacote familiar, mas ainda temos que estudar a melhor solução com a Junta de Rio Tinto”, conclui o organizador.

“Correu dentro das expectativas apesar de reconhecermos que há aspetos a melhorar”

Nuno Fonseca, presidente da Junta de Freguesia de Rio Tinto, avalia a mais recente edição do Rio Tinto em Festa como “positiva”, apesar de reconhecer que o evento pode melhorar.

Na opinião do autarca, o evento “correu dentro das expectativas mas pode melhorar”. “Os bilhetes têm que ser repensados mas isto serviu para percebermos qual é o melhor modelo. Parece-me melhor o esquema da 1ª edição com a aquisição de um bilhete válido para todos os dias do evento. Ainda assim consideramos esta edição positiva e está garantida a continuidade do Rio Tinto em Festa. Estes cantores fazem com que o evento seja falado em Portugal porque promovem-no nas suas redes sociais”, diz o presidente da Junta de Rio Tinto.

,