Tiago Silva: “Foram 6 dias de muita gratidão recebida com a emoção de todo o povo”

As Festas de S. Roque decorreram em Gens entre 14 a 19 de agosto e encheram as ruas da freguesia com muita festa e animação, com destaque para a atuação de Mickael Carreira. À conversa com Tiago Silva, presidente da Comissão de Festas de São Roque em Gens, o VivaCidade procurou saber tudo sobre os momentos mais marcantes destes seis dias de romaria.

Foram 6 dias de muita festa em Gens na Festa de S. Roque. Consegue fazer um balanço daquilo que foi o cartaz de 14 a 19 de agosto?

Foi algo enternecedor. Sem dúvida que foram dias de emoções muito completas ao ver realizado o trabalho de 10 meses muito intensos de trabalho. Foram 6 dias de muita gratidão recebida com a emoção de todo o povo e sobre isso, sentimos a realização das nossas expectativas.

Qual foi para si o ponto mais alto da festa?

Difícil escolher um único momento de uma festa tão extensa e tão completa. A ser possível destacava as surpresas, como o Grupo de S. Tiago a Rufar, as Águas Dançantes na segunda-feira e sem dúvida o maravilhoso fogo de artificio no domingo, que tanto tentamos ser diferente para premiar o povo que em “jejum” aguardou durante os últimos 2 anos.

A nível de adesão, o público aderiu tanto quanto vocês tinham idealizado?

O público foi fantástico! Muito melhor do que idealizamos. O povo não falha. É emocionante sentir a gratidão deste povo e a aderência que tiveram neste programa.

Foi um evento que correspondeu às vossas expectativas?

Encheu-nos as medidas e surpreendeu-nos ainda mais do que estávamos à espera. Preparamos tudo para ser exatamente como foi e sem dúvida que ainda nos conseguiu surpreender, porque é normal, que hajam algumas falhas, mas desta vez, correu tudo, mesmo tudo sem falhas! Adoramos a forma como tudo decorreu.

Algum apontamento que queira acrescentar?

Acrescento apenas que as pessoas devem registar que Gens, pertence ao Alto do Conselho e é um aglomerado de pessoas nutridas de sentimentos puros e transparentes. Quem não gosta, mostra que não gosta, quem gosta demonstra adorar. Este povo não falha e fazer uma festa desta e receber os elogios que nos chegaram, é saber que o trabalho que fizemos foi realmente gratificante. Que fique bem presente que o S. Roque, como nosso Padroeiro, merece ser reconhecido tendo uma festa, que se destaca das restantes do concelho (sem demérito) como sendo ao nível da proporção, grandiosidade, dedicação e trabalho, a melhor festa do concelho. Reforço que o Povo paga em média 70 a 80% do orçamento desta festa, lamentavelmente, assim tem de ser para que se consiga fazer tamanha festa. Esperemos que o cenário mude com esta festa e que se possa ver que vale a pena ajudarem o povo que se esforça.  ■

,