Sugiru vence a 17ª edição do Festival de Música Moderna de Gondomar

Os Sugiru sagraram-se vencedores da 17ª edição do festival / Direitos Reservados

Os Sugiru sagraram-se vencedores da 17ª edição do festival / Direitos Reservados

Três bandas amadoras, muito público, momentos de dança e muita animação, marcaram a final da 17.ª edição do Festival de Música Moderna Portuguesa, que durante todo o mês de agosto encheu de música as noites de sábado no Anfiteatro do Largo do Souto e terminou com a aclamação dos “Sugiru”.

Os “Sugiru”, banda, da Área Metropolitana do Porto, foram os vencedores de mais uma edição do Festival de Música Moderna Portuguesa. O grupo nascido em finais de 2010, tem apostado na música moderna e, principalmente, num som “composto” e limpo – no qual se identificam individualmente os instrumentos e, principalmente, a voz feminina. Daniela Moreira (voz), Nuno Silva (guitarra), Rui Luciano (baixo) e Hugo Baptista (bateria) são o quarteto que forma a banda portuense.

O Festival de Música Moderna começou a 10 de agosto e finalizou no dia 1 de setembro com a atuação das bandas finalistas: “Sugiru”, “Sexy and Color” e “Alfayate”. A iniciativa da Associação Festival de Gondomar já deu oportunidade a mais de um milhar de bandas de apresentarem as suas músicas e os seus projetos, em 17 anos de “palco”.

Em entrevista ao Vivacidade, Victor Macedo, responsável pela associação organizadora, destacou a adesão do público e a participação de bandas de “todo o país”. O autor do evento, que faz “de tudo um pouco” durante as noites de música no Largo do Souto, espera realizar nova edição no próximo ano e considera ter “todas as condições para continuar”.

O principal objetivo do concurso é dar a conhecer os novos talentos da música moderna portuguesa, nomeadamente as “bandas de garagem”, dando-lhes a oportunidade de apresentarem publicamente os seus projetos. Ao longo de 17 edições o Festival de Música Moderna Portuguesa de Gondomar tem vindo a assumir-se como uma referência para as bandas de garagem nacionais, sendo reconhecido como um dos melhores festivais do género do país.

,