Tudo preparado para a XXIII Festa do Sável e da Lampreia

O executivo municipal apresentou o programa da Festa na Casa Branca de Gramido / Foto: Pedro Santos Ferreira

O executivo municipal apresentou o programa da Festa na Casa Branca de Gramido / Foto: Pedro Santos Ferreira

A apresentação da 23.ª edição da Festa do Sável e da Lampreia, na Casa Branca de Gramido, em Valbom, a 14 de fevereiro marcou o início das festividades que decorrem até 16 de março. Para 2014, a Câmara Municipal de Gondomar tem preparado um programa recheado de iniciativas gastronómicas com um dois ingredientes comuns, o sável e a lampreia.

A Festa do Sável e da Lampreia já é uma tradição em Gondomar. A apresentação da 23.ª edição teve lugar na Casa Branca de Gramido, em Valbom, a 14 de fevereiro e a escolha do local não deixou de ser simbólica, até porque marcou o regresso deste espaço à atividade cultural do concelho.

“O principal objetivo da XXIII Festa do Sável e da Lampreia é atrair turistas e dinamizar a economia local”, disse Marco Martins, presidente da Câmara Municipal de Gondomar. O autarca admitiu o desejo de fazer do turismo uma das grandes apostas do executivo municipal, através da promoção do que Gondomar tem de melhor.

20Carlos Brás, vereador da Câmara Municipal de Gondomar, responsável pelo pelouro do turismo, explicou depois a importância do turismo e do rio Douro, para Gondomar. “O turismo é um motor de dinamização regional e, por isso, temos que afirmar a marca “Gondomar” como um destino”, afirmou o vereador.

O autarca apresentou depois o programa oficial da 23.ª edição. Das várias iniciativas que irão decorrer até ao dia 16 de março. Destaca-se o Concurso de “Lampreia” à Bordalesa e “Sável Frito”, a 5 de março, no Auditório Municipal de Gondomar, e o 10.º Fim de Semana Gastronómico, de 7 a 9 de março, no Pavilhão Multiusos de Gondomar.

“A gastronomia é um produto fundamental da oferta turística em Gondomar. O ponto alto será no dia 5 de março com o Concurso de “Lampreia à Bordalesa” e “Sável Frito”, afirmou Carlos Brás.

Jorge Magalhães, vice-presidente da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal, elogiou a aposta do executivo municipal no turismo através da gastronomia. “Normalmente os turistas também se apanham pelo estômago”, referiu.

As festividades organizadas pelo Pelouro do Turismo da Câmara Municipal de Gondomar, contam com a participação de 18 restaurantes que no dia 5 de março apresentarão as suas iguarias a um júri técnico e convidado, que classificará os pratos apresentados.

Destaque, ainda, para o “Artesanato D’Ouro”, uma iniciativa cujo objetivo é possibilitar aos visitantes o contacto com artesãos do município, e o “show cooking” do Chefe Hélio Loureiro, que se efetuará em data a anunciar, na Casa Branca de Gramido. A apresentação do conceituado chefe nacional visa proporcionar uma partilha da confecção deste tipo de iguarias com os restaurantes e escolas de turismo.

A primeira edição da Festa do Sável e da Lampreia foi, em 1991. Na altura, Aníbal Lira era presidente da Câmara de Gondomar e a festa chamava-se “Hoje há Lampreia”.

,