União das Freguesias inaugurou 14 novos talhões na Horta de Subsistência

Inauguração Horta Comunitária - janeiro 2019

A horta comunitária de São Cosme tem 14 novos talhões / Foto: Pedro Santos Ferreira

No dia 19 de janeiro, a União das Freguesias de Gondomar, Valbom e Jovim inaugurou 14 novos talhões da Horta de Subsistência situada na Rua da Igreja, em São Cosme.

Foram entregues os últimos 14 talhões ainda disponíveis na Horta de Subsistência gerida, desde 2015, pela União das Freguesias de Gondomar (São Cosme), Valbom e Jovim. Este ato fez-se a par da inauguração de um novo abrigo, no qual os utilizadores dos novos talhões vão poder guardar os seus utensílios agrícolas.

“Para algumas pessoas este espaço acaba por ser um hobbie após o stress diário; outros estão reformados; para os terceiros também serve de meio de subsistência. Simultaneamente, com o nosso projeto de compostagem coletiva, que se alia à compostagem individual, também vamos procurar contribuir para os que mais necessitam”, explica António Braz, presidente da União das Freguesias de Gondomar, Valbom e Jovim, ao Vivacidade.

O projeto resulta de uma parceria entre esta autarquia, a Lipor e a Câmara Municipal de Gondomar, mas só se tornou possível graças à cedência de terreno da proprietária Alice Neves.

Recorde-se que em 2015, na inauguração da Horta de Subsistência, tinham sido inaugurados e atribuídos 56 talhões, dos quais 28 são de 25m2 e os restantes de 50m2.

Novos proprietários mostram-se satisfeitos com a iniciativa
Joaquim Freitas, filho de Tomásia Freitas:
“A motivação da minha mãe foi ter a possibilidade de cultivar aquilo que gostamos, da forma que gostamos, não estando sujeito às alterações químicas dos produtos que compramos nas grandes superfícies comerciais. Por isso, considero uma iniciativa ótima.” 

Nuno Moreira:
“A sustentabilidade, a possibilidade de ser eu a cultivar, o recordar da minha infância e a transmissão deste conhecimento ao meu filho foram as minhas principais motivações para me candidatar a este talhão. Vai ser uma nova atividade familiar.”

, , , ,