União das Freguesias premiou “Uma anunciada solidão”

O autor Joaquim Pinto Serra foi novamente o vencedor / Foto: Direitos Reservados

O júri do 26.º Prémio Nacional de Poesia de Fânzeres premiou, este ano, a obra “Uma anunciada solidão” de Joaquim Pinto Serra. O livro foi lançado a 27 de julho, na Casa de Montezelo.

O autor Joaquim Pinto Serra venceu novamente o Prémio Nacional de Poesia da Vila de Fânzeres, iniciativa promovida pela União das Freguesias de Fânzeres e São Pedro da Cova. O júri atribuiu a vitória à obra “Uma anunciada solidão”.

A cerimónia de entrega de prémios teve lugar na Casa de Montezelo, em Fânzeres, e contou com a presença do autor, do representante da editora Lugar da Palavra, Paulo Silva, autor da capa, do presidente da Junta, Daniel Vieira, da responsável pela Cultura da Junta de Freguesia, Maria José Cardoso e de parte dos elementos do júri.

Desta forma, Joaquim Pinto Serra venceu pela quarta vez o Prémio, ao longo das 26 edições já decorridas. Em discurso, o vencedor enalteceu a aposta na cultura como “uma das prioridades desta Junta de Freguesia” e caracterizou o Prémio como “uma das iniciativas do género mais prestigiadas no concelho”.

Refira-se ainda que a cerimónia contou com um momento musical do grupo Intradições e com a declamação de alguns poemas por Cidália Santos.

A cerimónia encerrou com a oferta do livro e uma sessão de autógrafos.

, , , ,