VII Medieval de Rio Tinto realiza-se de 15 a 18 de setembro

Nuno Fonseca - VII Medieval de Rio Tinto

Nuno Fonseca, presidente da Junta de Freguesia de Rio Tinto / Foto: Pedro Santos Ferreira

De 15 a 18 de setembro, a Quinta das Freiras regressa novamente à época medieval. A 7ª edição da Medieval de Rio Tinto traz novidades ao evento organizado pela Junta de Rio Tinto em parceria com a Associação Artística de Gondomar (ARGO).

A sétima edição da Medieval de Rio Tinto realiza-se entre os dias 15 e 18 de setembro e conta este ano com uma oferta reforçada na animação e restauração do recinto da Quinta das Freiras.

A inauguração do evento está marcada para as 18h, dia 15, com a presença do presidente da Câmara de Gondomar, Marco Martins, acompanhado por vários membros do executivo, e Nuno Fonseca, presidente da Junta de Rio Tinto, que irão visitar as centenas de mercadores, expositores e animadores do evento.

“Este ano tivemos o dobro da procura dos expositores. No ano passado todos os participantes ficaram satisfeitos e isso refletiu-se nas candidaturas que tivemos este ano”, afirma Nuno Fonseca, que promete também “dois espetáculos novos, com uma dimensão maior”.

A grande novidade está reservada para a noite de sábado, dia 17, num espetáculo que substitui a recriação da batalha da lenda do rio Tinto. “O espetáculo de sábado à noite é completamente novo. Queremos que agrade aos nossos visitantes”, disse o autarca ao nosso jornal.

À semelhança das edições anteriores, mantém-se a animação itinerante, o acampamento medieval e o tradicional torneio, que decorre no último dia da Medieval. Quando à hipótese de tornar o evento temático, Nuno Fonseca admite preferir manter-se fiel “à lenda do rio Tinto”. “Nós temos um espaço medieval mas não estamos ligados a um tema em concreto. Não queremos deixar de falar da lenda do Rio Tinto e, em 2020, será o ano da mudança radical porque a lenda completa 100 anos. Em Rio Tinto, queremos uma feira focada no povo, nas artes e nos ofícios. Temos uma feira rica em artesãos e vamos continuar a apostar nessa área”, conclui o presidente da Junta.

Refira-se que a VII Medieval de Rio Tinto é organizada pela Junta de Freguesia de Rio Tinto e Associação Artística de Gondomar, com o apoio da Câmara Municipal de Gondomar.

A 7ª edição do evento conta com um orçamento de 35 mil euros e tem entrada gratuita.

Município reforça apoio à iniciativa
Ao Vivacidade, Luís Filipe Araújo, vice-presidente da Câmara Municipal de Gondomar e vereador da Cultura, destaca o “crescimento sustentado” da Medieval de Rio Tinto.

“É um evento muito forte em que queremos apostar. Há um motivo histórico que serve de base a esta Viagem Medieval e temos noção que tem existido um crescimento sustentado, porque a Feira Medieval atrai cada vez mais gente”, afirma o autarca.

, , , , ,