Editorial – fevereiro 2018

Caros leitores,

O parque das Serras do Porto é, provavelmente, o investimento mais estratégico que os municípios de Gondomar, Valongo e Paredes podem realizar de forma integrada. Se for um projeto bem pensado, bem gerido e bem coordenado será um dos maiores potenciadores da região e pode vir a ter um papel essencial na futura estruturação de serviços de suporte a elementos essenciais hoje em dia para Portugal, como o turismo, a restauração e a hotelaria, entre outros.

É verdade que a publicidade tem sido muita e as ações concretas com visibilidade tem sido poucas. Acreditamos que com a apresentação do início de um plano de gestão será um passo importante para que se venham a realizar ações e tarefas concretas que produzam resultados.

Claro que quem faz da gestão a sua vida fica um pouco surpreendido por haver uma entidade supramunicipal constituída e, aparentemente, a funcionar pelo menos já com despesas e com recursos próprios e não haver primeiro um plano de gestão nem que seja preliminar.

Mas no mundo dos fundos comunitários acontece muitas vezes os promotores terem que criar as instituições antes de terem planos concretos e depois os fazerem.

Por tudo isto, independentemente do momento em que as coisas aconteceram, é de enaltecer a forma aberta e transparente como a criação do plano de gestão está a ser realizada e com tantos especialistas que por cá temos de certeza que vamos ter um excelente plano para os parques.

Este é o editorial do Vivacidade imediatamente a seguir ao congresso do PPD/PSD. Em meu nome e em nome de todos os nossos jornalistas que o vêm como exemplo a seguir, e do jornal enquanto instituição, queremos dar os parabéns ao nosso colaborador, desde o número zero sem nunca ter falhado um prazo ou uma edição e um gondomarense sempre muito interessado pelo desenvolvimento do município o nosso colega e amigo Prof. Dr. Manuel Pinto Teixeira pela sua eleição como elemento no órgão executivo mais importante desse partido.

,