Carnes industriais, processadas, prejudiciais para a Saúde ?

De vez em quando, aparecem notícias algo “bombásticas”, mas ao mesmo tempo estranhas, sobre alimentos e os seus efeitos sobre a saúde. Segundo parece, a Organização Mundial de Saúde, referiu que existirão indícios, com bases em estudos científicos, que a carne, principalmente carne vermelha, fará mal à saúde, com possibilidade de provocar cancro colo retal.  Mais uma vez as notícias fora do contexto geral, podem não esclarecer corretamente ou até gerar alertas exagerados.

É há muito tempo do conhecimento geral que determinadas carnes, principalmente fumadas, quando consumidas em exagero, podem facilitar o aparecimento de alguns cancros, mas reparem, estimados autores, quando consumidas em exagero, ou como alimentação de base, de uma dieta. Aí está o erro, não é um alimento que consumido esporadicamente, provoque má saúde ou prejudique  a mesma. Já o tenho dito, que na vida, tudo deve ser feito em equilíbrio, com ponderação. Vários serão os exemplos, tal como o consumo excessivo de álcool, por exemplo, o álcool consumido em pequenas quantidades, tem francas propriedades benéficas, mas quando consumido em exagero, pode provocar cirrose e daí cancro do fígado. A dieta equilibrada deve ser fomentada. Obviamente incluiu carne, alimento esse que sempre esteve na dieta desde o homem pré-histórico, até aos nossos dias. É muito mais preocupante o consumo do tabaco ou a poluição industrial.

Achei graça a um comentário de alguém num programa televisivo, que referia que os japoneses são mais saudáveis, precisamente porque não incluem na sua dieta as carnes, tal como o “nosso bife”. Não deve ter nunca ido ao Japão, por exemplo a Usaka, onde as pessoas andam com máscaras, principalmente devido à poluição industrial, essa sim com graves consequências para a saúde, não terão tanto cancro do cólon, como em Portugal, mas têm sim mais cancro do estômago. Sabem por exemplo que a obesidade infantil é maior nos países como Grécia, Espanha e Portugal em relação ao resto da Europa? E não é por dietas saudáveis, mas sim por maus hábitos entre outros motivos. Ou seja não é por comer um bom bife “à portuguesa” que vamos morrer mais cedo, mas por favor não comam bife todos os dias.

,