CDU – Soluções para uma vida melhor

São muitas as ações de contacto nas quais os candidatos da CDU e muitos apoiantes têm participado diariamente, próximos dos trabalhadores e da população do distrito, ouvindo os problemas e as dificuldades sentidas (fruto da política de direita praticada por PSD, PS e CDS) e esclarecendo e informando das propostas verdadeiramente alternativas da CDU.

Propomos a criação de um estatuto específico para a agricultura familiar e a recuperação das quotas leiteiras e de direitos de plantação da vinha.

Defendemos o efetivo aumento dos salários (como o salário mínimo para 600€ no início de 2016), das reformas e pensões e a reposição imediata dos cortes salariais impostos pelo Governo PSD/CDS.

Propomos a eliminação da sobretaxa de IRS a partir de 2016 e a criação de dez escalões deste imposto, para uma mais justa tributação fiscal dos rendimentos.

Propomos a reversão da taxa do IVA para 6% na eletricidade e gás natural e a reposição do IVA a 13% na restauração, bem como o fim das portagens em todas as vias ex-SCUT, nas autoestradas de acesso e circulação nos distritos do interior do país e nas circulares internas e externas das áreas metropolitanas de Lisboa e Porto.

Defendemos uma Escola Pública, gratuita, de qualidade e inclusiva em todos os graus de ensino, propondo a distribuição gratuita dos manuais escolares a todos os alunos do ensino obrigatório, o reforço da Ação Social Escolar direta e a garantia de resposta, na rede pública pré-escolar, a todas as crianças a partir dos três anos.

Defendemos um Serviço Nacional de Saúde público, geral, universal, gratuito e de qualidade, propondo a imediata revogação das taxas moderadoras e a garantia de médico de família a todos os portugueses.

Não esquecemos as mais de 500 mil crianças que ficaram sem abono de família e propomos a reposição da sua universalidade e a valorização dos seus montantes.

Sabemos ser imprescindível para o desenvolvimento do país e para a afirmação da nossa soberania, recuperar o controlo público de empresas e setores estratégicos, nomeadamente da banca e apresentamos essas propostas de forma séria e consciente – público é de todos, privado é só de alguns.

Está na CDU a rutura com o caminho de imposição de inaceitáveis sacrifícios ao povo, para que, à custa do seu empobrecimento e exploração, sejam aumentados os lucros dos grandes grupos económicos e da banca.

Está na CDU a resposta necessária para melhorar a vida dos trabalhadores e do povo português.

, ,