Desporto, benefício para a saúde, ou talvez não… A importância de exame médico desportivo.

O desporto é um fenómeno incontornável na nossa atual sociedade. É ver a quantidade de pessoas de todos os estratos sociais, que aderem às muitas realizações desportivas, em especial a corrida. Todos os fins de semana existem corridas, em especial no Porto, com a participação de muitos milhares de pessoas, algumas organizadas por empresas que contam já com uma logística complexa, com interesses variados, nos mais variados campos de interesse comercial, gerindo patrocínios e não só. É a sociedade civil a funcionar, a maioria com a participação de autarquias, que não se querem desligar deste fenómeno, que é o desporto coletivo. Então passamos do futebol, que alguns praticavam, com os seus amigos ou em clubes, para um mais vasto número de praticantes que é a corrida. Tornou-se frequente ver o indivíduo mais ou menos barrigudo a começar a praticar a sua corrida, ou meia maratona e se a barriga não ajuda, pelo menos a participar na marcha a pé, sempre uma opção em muitas corridas organizadas. Isto só traz reconhecidos benefícios para a saúde, numa incontestável promoção da saúde como prevenção de patologias como as cardíacas, diabetes, obesidade e mesmo, as patologias dos ossos e articulações.        No entanto, verifica-se que muitas pessoas que iniciam esta atividade física, nunca fizeram nenhum exame médico, mesmo básico que seja, para despistar patologias que se podem agravar, ou até ser fatais. Deve o corredor, fazer uma exame médico básico com rastreio das principais patologias, possível de fazer com um eletrocardiograma e uma análise de sangue sumária. O exame poderá ser feito no seu médico de família ou em clínicas aptas para o efeito. Nem o preço deverá constituir dificuldade pois não faltam locais que por 10 ou 15 € é possível realizar esse exame de rastreio.
Não se confunda com o desporto de alta competição, esse sim, mais orientado para o espetáculo, do que propriamente para os benefícios que possa trazer para o atleta em si. Por isso vemos que nas principais equipas de futebol, os atletas fazem exames que incluem prova de esforço cardíaco, ecografia cardíaca, provas de vo2max, etc. Um conjunto de exames sofisticados que tem como intenção o despiste de patologias para indivíduos que vão ser sujeitos a uma esforço supra limiar, com riscos para a saúde consideráveis e não falo só do ponto de vista cardíaco, como também, traumatológico.
Por tudo isto caro leitor, faça desporto de lazer, mas sempre após um exame médico base de aptidão desportiva.
Até breve, estimados leitores…

,