E você, também usa gravata?

Ao colocar no Google a palavra “gravata”, deparo-me com a famosa Wikipédia e a sua explicação rápida e sucinta de gravata. “A gravata é uma tira de tecido, estreita e longa, que se usa em torno do pescoço e que é presa por um laço ou nó na parte da frente.” Confesso que detestei a sua definição. Não é que esteja mal, porque não está, mas falta-lhe o glamour, o brilho, e o poder que a gravata confere. Ou seja, falta-lhe o mais importante.

Sou assumidamente apreciadora de gravatas e infelizmente para mim, cada vez as vejo menos. Sei que não é a peça mais confortável da indumentária masculina, mas mesmo assim insisto no seu uso mais assíduo, principalmente no quotidiano. Para o homem moderno, que deseja uma imagem mais livre e despojada, a gravata fica no fundo do armário, guardada para as ocasiões onde por obrigação tenha de a usar. Não concordo. É triste. Como este acessório, eterno símbolo masculino, pode ser colocado de lado?

Penso que maioritariamente passa pela associação da gravata a outfits extremamente formais e sem personalidade. É um erro pensar-se assim, visto existir uma grande variedade de modelos, padrões e tecidos de gravatas. Com esta vasta variedade disponível torna-se fácil criar outfits extremamente inteligentes e agradáveis a nível visual. Aqui, a palavra inteligente é o mais importante a ter em conta. Com isso quero dizer que, a menos que seja um expert e consiga criar fantásticos outfits em menos de cinco minutos, todos os outfits criados têm de ser pensados e experimentados até́ conseguir o look desejado.

Existem algumas regras que podem ajudar a não cometer erros. Para mim a mais importante é o comprimento da gravata. Esta tem que terminar onde começam as calças, nem mais a cima, nem mais a baixo. É sem duvida o primeiro pormenor que reparo. Outra regra é a conjugação das cores e do padrão da gravata em relação à camisa que estiver a usar. Claro que tem que ter em conta todo o outfit, mas como a gravata sobrepõe logo a camisa, tem que ter mais atenção a este conjunto.

Em resumo, ouse mais na hora de se vestir. Atreva-se a usar a gravata com mais frequência e tranquilidade.

,