Editorial – Agosto 2018

Caros leitores,

É preciso fazer sacrifícios para podermos disfrutar das transformações que o ser humano consegue realizar e implementar.

É por isso que temos que ter muita paciência e suportar as consequências, especialmente quando para se fazerem grandes obras é por vezes necessário fazer interrupções e modificações nos sistemas de funcionamento anteriores.

As transformações obrigam muitas vezes a disrupções. Em muitos casos, é possível transformar e avançar sem quebrar o estado anterior, mas só gestores excecionais o conseguem fazer sem grandes problemas. O que é normal é que se vá fazendo uma boa gestão do dia a dia ou então uma boa gestão do que é preciso transformar por ter atingido um ponto de ineficiência tal que qualquer coisa que se faça é boa gestão.

Inteligente é modificar e alterar todos os dias um pouco de modo a que nunca seja necessário aplicar medidas dramáticas.

É por isso que modificar Gondomar é algo que não se consegue fazer de uma vez e é por isso que são as coisas que se vão modificando é que fazem com que no geral as coisas melhorem.

Mas não faltam para aí os velhos do restelo, sempre a discordarem de todas as alterações mesmo quando as vantagens são evidentes.

,