Gondomar em Pleno – viver e trabalhar em Gondomar

Após a constatação (finalmente) por parte do Partido Socialista da situação débil da Câmara Municipal de Gondomar, já alertada pelo PSD desde início de mandato, e numa época em que continua alto o nível de dependência dos nossos munícipes de um qualquer tipo de prestação social, em que a redução dos inscritos no IEFP não acompanha a curva descendente de outros municípios vizinhos, em que o nível de exportações das nossas empresas está aquém da evolução registada na Área Metropolitana do Porto (AMP), cabe reafirmar o nosso compromisso com os gondomarenses.

É necessário apoiar, de forma ainda mais vigorosa, a indústria e pequenas e médias empresas com o objetivo de criar emprego de qualidade, sustentável e equilibrado. A nossa prioridade, o nosso compromisso, conforme estabelecemos há mais de um ano, são as pessoas!

Os municípios competem entre si para mostrar o que têm de melhor. Gondomar tem proximidade com as universidades e centros tecnológicos, pontos de turismo, mão de obra qualificada e acessibilidades. Cabe à CMG deter mecanismos de decisão rápida, com previsão acertada e licenciamento pronto.

Se queremos ter mais e melhores empresas e indústria em Gondomar, este tem de ser o caminho afirmando-se o poder autárquico como um verdadeiro facilitador, e cativador das mesmas!

A CMG pode fazer muito pelas empresas e indústria. Promover políticas municipais acertadas, infraestruturas e apostar na educação como motor do desenvolvimento económico.

Aliás, estas são as premissas do nosso programa “Gondomar Empreendedor” que pretendem ser um veículo catalisador de investimento, a par, do que muito tem sido feito pela região norte de Portugal.

Acrescentamos agora uma nova vertente sob a forma de uma proposta que tem sido maturada ao longo do nosso percurso de visitas a empresas, às freguesias e às associações que temos realizado, de forma a perceber as verdadeiras necessidades: Gondomar em Pleno – Viver e Trabalhar em Gondomar.

No âmbito desta proposta, em articulação com o setor privado, pretende-se juntar empresas, estabelecimentos de ensino e pessoas de Gondomar, em matéria de seleção, recrutamento e formação profissional. Promover entrevistas de avaliação de competências de candidatos, com base nos seus objetivos futuros e criar uma bolsa de recrutamento.

Numa fase posterior, desenvolver fórmulas que promovam processos de desenvolvimento de emprego local e conciliação da vida pessoal e profissional.

Também devemos potenciar parcerias e programas para a juventude, de forma a fixar os mais jovens no nosso território, e garantir-lhes qualidade de vida, onde o acesso à educação e formação profissional é essencial!

Este é um desafio que devemos colocar quando priorizamos as pessoas.

, ,