O tempo é de exigir mais e melhores transportes

Já aqui escrevemos sobre a mobilidade no concelho de Gondomar. Se consultarmos as várias edições do Vivacidade, desde a sua primeira edição, vamos encontrar referência a notícias e textos em que a CDU denuncia, exige e propõe medidas concretas para que os gondomarenses disponham de uma rede eficaz e abrangente de transportes públicos.

A 1 de abril de 2019 entrou em vigor o Passe Único em vários concelhos da Área Metropolitana do Porto. Há mais de 20 anos que a CDU defendia tal proposta. Sempre que a propusemos, para além da oposição formal de PS, PSD e CDS, éramos acusados de populistas. Diziam mesmo que a proposta era inviável. Foi assim que muitas vezes se posicionou a atual maioria PS/Câmara de Gondomar em votações nos órgãos municipais.

Em Gondomar, a aplicação do Passe Único tem um significado muito positivo para a população, quer ao nível da mobilidade interna quer na deslocação para os concelhos vizinhos. Constitui um estímulo para utilização dos transportes públicos.

No entanto, enquanto os que, no passado, descredibilizaram a proposta se desdobram, no presente, em cerimónias e ‘coffe breaks’ para festejar a medida, os ativistas e eleitos da CDU colocam a necessidade de continuar a luta: pelo alargamento do Andante e do Passe Único a todo o concelho; por mais e melhores transportes públicos, nomeadamente com o aumento da oferta do serviço nas freguesias do alto concelho; pela ligação da rede de metro ao concelho de Gondomar, retomando o projeto inicial na sua passagem por Valbom; por uma rede de transportes públicos que garanta a mobilidade inter-freguesias e a ligação entre os principais pólos de comércio, zonas industriais e os equipamentos públicos de Gondomar.

O tempo é de exigir mais e melhores transportes, é de exigir que o concelho de Gondomar não continue a ser ultrapassado por outros concelhos em investimentos estruturais, como é o caso da rede de metro. Precisamos de uma Câmara que entenda isso.

, ,