Programa ERASMUS +

O novo Programa Europeu Erasmus+, foi esta semana apresentado pela Agência Nacional do Programa Juventude em Ação. Será um programa gerador de oportunidades e soluções, de causas e sonhos, de realizações e ambições para a nossa Juventude. O sinal MAIS neste Programa tem um significado muito especial dado ter, para além do tradicional Erasmus do ensino superior, seis novas vertentes, nas áreas da educação, da formação, da juventude e do desporto.
No âmbito da Juventude em Ação haverão três ações:

Ação 1 – será a Mobilidade para a Aprendizagem, que inclui três tipos de projetos:
O Intercâmbio de Jovens é um projeto, com duração de cinco a 21 dias, que junta grupos de jovens de dois ou mais países, dos 13 aos 30 anos, proporcionando-lhes a oportunidade de explorar vários temas, que lhes permitirão aprender sobre o país e a cultura de cada um, e reforçar as suas aptidões pessoais e/ou profissionais.
O Serviço Voluntário Europeu permite gratuitamente aos jovens, dos 17 aos 30 anos, num período que pode ir até doze meses, desenvolverem uma ação de voluntariado num país diferente do seu país de residência, no contexto da UE ou dos outros países do Programa. Este programa visa a criação de uma visão de serviço cívico, de apoio comunitário, de defesa dos mais desfavorecidos, de partilha constante, de dádiva sem nada esperar em recompensa.
A Mobilidade de profissionais de juventude para Formação e Rede apoia a educação dos jovens profissionalmente ativos através de seminários, cursos, parcerias ou visitas de estudo, assim como o fortalecimento das suas organizações, tendo como fito o fomento da capacidade de realização e inovação entre os promotores, bem como a troca de experiências, boas práticas e modelos de qualificações ou certificações.

A Ação 2 visa Parcerias Estratégicas que permitirão a construção de projetos de integração de redes de entidades ao nível local, regional, nacional e europeu no apoio aos seus jovens.

A Ação 3, Suporte às Reformas de Políticas é a Voz do Programa Erasmus+. O seu grande objetivo é aproximar os jovens dos decisores públicos, criando cidadãos interessados, jovens com consciência cívica e pessoas empenhadas na resolução do seu presente e na perspetiva do seu futuro.

O novo Programa Erasmus+ abre uma nova página com a novidade do Desporto com enfoque nos profissionais, voluntários, atletas e treinadores. Estes projetos serão geridos centralmente pela Comissão Europeia e terão dois tipos de projetos candidatáveis:
– Parcerias Colaborativas, envolvendo pelo menos cinco organizações de cinco países do Programa, nos temas do combate ao doping, do combate à manipulação de resultados, da prevenção do racismo, da violência, da intolerância ou da partilha de hábitos e comportamentos saudáveis; E,
Eventos Europeus sem Fins Lucrativos, sobretudo na área da inclusão social, da igualdade de oportunidades e na promoção de hábitos desportivos, integrando participantes de pelo menos 12 países do Programa.
Este novo Programa Erasmus+ Juventude em Ação irá pautar os seus projetos na Qualidade, na Inovação e na Diferenciação. Este Programa Europeu será, sem dúvida, uma grande oportunidade para a Juventude Portuguesa pois irá permitir um enriquecimento pessoal, profissional e cívico.

, ,