Rinite e Conjuntivite Alérgicas

A rinite e a conjuntivite alérgicas consistem na inflamação da mucosa nasal e da conjuntiva dos olhos como consequência de uma alergia a pólenes (de plantas, árvores e arbustos), ácaros (pó doméstico) ou outras partículas que se encontram no ambiente (pêlo ou penas dos animais). Pode aparecer só na Primavera ou durante todo o ano. Os sintomas da rinite alérgica são a congestão e o corrimento nasal transparente, a comichão no nariz e no céu-da-boca, sendo frequentes os espirros repetidos. A conjuntivite alérgica caracteriza-se por olho vermelho, comichão e lacrimejo. O principal tratamento consiste em evitar a exposição aos fatores desencadeantes. No caso de ter alergia aos ácaros, evite o contacto com o pó da casa; tenha a casa limpa, arejada e bem iluminada com luz solar; tente usar um aspirador com filtro de ácaros; evite alcatifas e tapetes, prefira edredões hipoalergénicos em vez dos cobertores; use capas para os colchões que funcionam como filtro de ácaros. Se tem alergia aos pólenes, evite passeios pelo campo em dias secos e ventosos; feche as janelas de casa e do automóvel. Se tem alergia a epitélios de animais, evite o contacto com aqueles em relação aos quais é alérgico. No caso da alergia às penas, evite almofadas, casacos ou edredões de penas. Pode ser necessário recorrer a medicamentos como os anti-histamínicos, colírios ou a gotas ou sprays nasais que contribuem para o alívio dos sintomas. Sempre que suspeite que possa ter uma destas doenças, deverá consultar o seu médico de família que poderá ajudá-lo a descobrir a origem da sua alergia. Se já conhece a sua doença, deverá recorrer ao médico sempre que os sintomas deixem de estar controlados com as medidas terapêuticas que já costuma aplicar.

,