Um orçamento realista e responsável, precisa-se!

Diz a lei, há vários anos, que até ao final do mês de outubro o orçamento deverá ser aprovado em Assembleia Municipal, pois até a data não recebemos qualquer informação sobre o mesmo.

Sobre a festa branca, soubemos com um mês de antecedência! Prioridades!

Será que é este ano que o executivo socialista vai ganhar consciência sobre os problemas reais de Gondomar? Será que é este ano que as populações com mais dificuldades vão ser contempladas no orçamento? Será o apoio aos nossos bombeiros e associações melhor distribuído e com critérios? Será que a enorme dívida vai finalmente ser assumida e tratada?

O Orçamento para 2019 torna-se bastante importante na medida em que vamos perceber se o executivo, de acordo com o referido pelo Conselho de Finanças Públicas e pela Ordem dos Contabilistas no Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses – 2017, nos vai empurrar para um saneamento financeiro obrigatório.

O Partido Social Democrata está bastante preocupado com a situação financeira de Gondomar, e neste sentido não aprovaremos um orçamento que não preveja mecanismos para a diminuição da dívida! Não aprovaremos um orçamento despesista e populista, e muito menos que não respeitem o princípio do “não comprometimento” das gerações futuras!

Gondomar precisa de um orçamento consciente, na medida em que em 2018 foi clara a inação deste executivo perante problemas como o saneamento de Melres e Medas, a recusa do Tribunal de Contas sobre a dívida da EDP, a recolha do lixo, o aumento significativo das rendas camarárias, entre outras…

Precisamos apoiar mais as famílias, o associativismo, os bombeiros, investir nas nossas praias, atrair turismo ao invés de waterslides pelas freguesias, atrair empresas para promover emprego aos nossos gondomarenses, cuidar das nossas escolas para dar uma educação digna aos nossos munícipes, investir numa rede de transportes que facilite que os gondomarenses não percam tanto tempo em viagens, políticas de fiscalização às empresas que prestam serviços para a CMG, como as Águas de Gondomar, entre outras medidas que realmente têm a qualidade de vida dos nossos gondomarenses presentes!

, ,