Vamos misturar padrões?

Abril, águas mil. Será? Não sei, sei que não é este provérbio que vai retirar-nos o espírito primaveril. E por falar em primavera, nada a simboliza melhor do que as cores e os padrões, embora pareça particularmente complicado usar diferentes padrões ao mesmo tempo sem cair no ridículo. Mas porque é que deveríamos usar em simultâneo diferentes padrões? Porque é divertido, muito atual e confere muita energia e vivacidade à nossa imagem. Bem, quando digo diferentes padrões, estou a falar de dois diferentes, nada mais que dois se não aí é que a confusão se instala, por isso vamos começar por dois e depois logo se vê.

Para começarmos a experimentar de forma mais confiante é sempre bom termos alguns truques que nos orientem. O truque mais óbvio é a combinação das cores, ou seja, padrões diferentes mas compostos pela mesma paleta cromática. Esta conjugação não choca e confere uma harmonia rápida ao outfit.

De todos os padrões, as riscas são as que melhor combinam com praticamente tudo. Desde flores, bolas, cornucópias, outras riscas, a imaginação é o limite. O truque? O mesmo. Usar a mesma paleta cromática. Se o segundo padrão for muito confuso e possuir, por exemplo, um azul cobalto pelo meio que se destaca, tente que o padrão das riscas tenha exatamente o mesmo azul cobalto, assim o outfit não fica confuso.

Também fica muito engraçado combinar peças com o mesmo padrão mas em tamanhos diferentes. Lembre- se que o padrão maior vai conferir mais volume na zona que o usar, por isso jogue um pouco com os tamanhos.

Em todas as combinações tem que haver uma peça destaque, nesse caso, um padrão principal, por isso faça com que o segundo seja menos chamativo. Tenha também em atenção os acessórios que conjugar. Menos é mais.

Depois de se sentir bem confortável a conjugar padrões com estes truques, vá-se esquecendo lentamente deles. Crie as suas próprias regras, junte mais padrões e dê asas à imaginação. Mostre ao mundo a sua criatividade e dê mais alegria aos seus dias.

,