Sim, é mesmo necessário mais força para Gondomar!

Rui Nóvoa / BE

No próximo domingo somos chamados a votar para elegermos para as Assembleias de Freguesia, Assembleia Municipal e Câmara Municipal de Gondomar.

Este é o momento de fazermos a escolha certa e os próximos quatro anos serão fundamentais para que, de uma vez por todas, Gondomar conheça um verdadeiro desenvolvimento em todo o seu território e não como tem acontecido com os anteriores executivos responsáveis pelos destinos de Gondomar.

Temos assistido a tudo desde o regresso do candidato que, pelos vistos vinte anos à frente da câmara, não chegou e quer ver se por cá continua por outros tantos.

Temos um candidato do PSD/CDS que nos promete o paraíso (mais emprego, mais habitação, menos impostos, ou seja, fazer o contrário do que durante quatro anos fizeram aos portugueses transformando as nossas vidas num inferno).

Não nos esquecemos, de tantas e tantas famílias que tiveram de entregar as suas casas ao banco por terem perdido os seus empregos, de tantas e tantos que tiveram de abandonar o país á procura de trabalho, estou certo de que no dia 1 de outubro, em Gondomar, como no resto do país, terão a maior derrota de sempre em eleições autárquicas.

O PS quer de novo uma maioria absoluta para que tudo fique na mesma.

O que Gondomar precisa é de ter no próximo executivo eleitos que façam a diferença com propostas políticas capazes de trazer mudanças significativas para a vida das pessoas.

O Bloco de Esquerda já provou ser capaz de mudar a vida dos portugueses para melhor.

A eleição de mais autarcas do Bloco, será uma garantia para a defesa daquilo que são as necessidades dos gondomarenses.

As nossas prioridades sempre foram e serão os direitos dos cidadãos, a mobilidade e os transportes, esta será uma das primeiras medidas a resolver e a sua resolução passa desde logo pelo reforço e ampliação do aumento da rede de transportes públicos onde neste momento escasseiam ou nem sequer existem, com qualidade e preços justos e a extensão da linha do Metro de São Cosme, Valbom, até Campanha.

Outra das nossas prioridades será o turismo apostando na riqueza do nosso território como os rios e as nossas serras, assim como o vasto património que temos em Gondomar.

A qualidade de vida das populações tem de passar pelo reforço dos espaços verdes e dos equipamentos culturais e desportivos em falta e não permitiremos mais descriminalização em função de territórios como acontece atualmente onde nem um simples piso sintético existe.

A habitação será também uma prioridade porque o direito à habitação é um dos direitos constitucionais mas também um fator de dignidade humana.

Outra das nossas prioridades passa pela reabilitação urbana não apenas nos centros mais populacionais mas, por todo o concelho, com especial atenção no alto do concelho que fora das eleições têm sido permanentemente esquecido.

A ação social será uma área em que prestaremos toda a atenção entendemos que esta é uma das obrigações de qualquer executivo apresentaremos propostas concretas de apoio social para todos os cidadãos seniores mais vulneráveis.

O Bloco de Esquerda não acordou agora para os problemas de Gondomar, ao longo dos últimos quatro anos estivemos sempre do lado de quem mais precisa.

Acreditamos que os cidadãos e cidadãs de Gondomar saberão dar o seu voto a quem esteve sempre do seu lado.

Podem continuar a confiar em nós connosco, nunca ninguém, nem os seus direitos, ficam para trás.

, , ,