Valentim Loureiro mostra-se confiante na vitória

Foto DR 2

Uma Multidão aplaudiu o regresso do major a Gondomar

Valentim Loureiro, candidato independente à Câmara Municipal de Gondomar, apresentou as suas listas de candidatos aos gondomarenses, no dia 24 de setembro, em Rio Tinto. A festa-comício contou com a presença de milhares de gondomarenses que demonstraram vontade de ver o major regressar.

 Os candidatos do movimento “Coração de Ouro” apresentaram-se aos eleitores gondomarenses num ambiente festivo, preparado a rigor, na Avenida do Rio Tinto. Milhares de pessoas compareceram à chamada do major Valentim Loureiro, que quatro anos após a saída da presidência da Câmara de Gondomar “está de volta”.

Houve música, diversão, convívio, fotografias e ‘selfies’ com apoiantes antes da chegada ao palco. Por lá iriam passar os primeiros candidatos que integram as listas às várias Assembleias de Freguesia e à Assembleia Municipal. João Barbosa (candidato à União de Freguesias de Gondomar, Valbom e Jovim), Sandra Casaca (candidata à União de Freguesias de Melres e Medas), António Pacheco (candidato à União de Freguesias de Fânzeres e S. Pedro da Cova), Joaquim Figueiredo (candidato à Freguesia de Baguim do Monte) e Alberto Silva (candidato à Freguesia de Rio Tinto) foram os cinco nomes apresentados. Aos quais se juntou, também, Graciano Martinho, primeiro candidato à Assembleia Municipal de Gondomar.

O discurso, esse ficou reservado para Valentim Loureiro que de improviso disse “estar confiante numa vitória por maioria”, apelando ao voto “no coração” nas eleições do próximo dia 1 de outubro.

“Preparavam-se para nos tentar derrotar nos tribunais, mas não conseguiram. Queriam impedir esta candidatura, mas não o conseguiram. Nós vamos a eleições e vamos ganhar!”, disse Valentim Loureiro, acrescentando ter “informações fidedignas” de que tal vitória será “por maioria”.

A intervenção ficou marcada pelas palavras dirigidas aos gondomarenses, por quem o candidato independente sente “carinho” e “simpatia”. Pelo meio ainda houve tempo para uma jovem subir ao palco para entregar uma carta a Valentim Loureiro. “São estes desenhos e as palavras destas crianças que me motivam. Tenho mais força, mais genica para ir até ao fim e ajudar a resolver os problemas de Gondomar”, disse o candidato independente.

Valentim Loureiro aproveitou também para enumerar o trabalho realizado à frente da Câmara de Gondomar durante duas décadas de governação, entre 1993 e 2013. “Agora é tempo de retomar o desenvolvimento de Gondomar”, disse o major antes de falar nas casas, piscinas, escolas, entre outros equipamentos construídos durante a sua governação.

Para o futuro, ficou a promessa de criar mais habitação social – que Valentim preferiu classificar como “municipal” – a par da extensão do metro de Fânzeres até São Cosme.

Após o discurso político, o espetáculo foi retomado com prestações musicais. Aí, o major voltou à multidão que durante largos minutos não o largou.

“É este amor, carinho e respeito que me fazem dizer que os gondomarenses, sem qualquer dúvida, têm um Coração de Ouro”, finalizou o candidato independente.

, ,